Arquivado para janeiro, 2015

Parto pélvico: é possível?

Parto pélvico: é possível?

Alguns pensamentos sobre partos pélvicos, para quem está na difícil tarefa de ter que escolher o que fazer. Estou aqui levando em consideração uma gestação acima de 36 semanas, pois antes disso os bebês viram. Não se preocupe com diagnóstico de bebê sentado antes das 36 semanas. Houve um tempo, até uns 50 anos atrás, que parto pélvico era um […]

Leia mais ›
Por que ter uma parteira?

Por que ter uma parteira?

Existem evidências de que mulheres acompanhadas por parteiras (midwife, parteira qualificada, enfermeiras obstétricas, obstetrizes) recebem menos intervenções (analgesia, episiotomias, fórceps e vácuo), quando comparadas com mulheres acompanhadas por médicos ou em modelos mistos (médicos e parteiras trabalhando juntos). Além disso, ser acompanhada por parteiras ainda aumenta a chance de ser atendida por uma profissional conhecida, de se sentir no controle […]

Leia mais ›