Música afeta fortemente as mulheres grávidas

911191_79287822Uma nova pesquisa alemã concluiu que os efeitos da música são mais fortes em mulheres grávidas, incluindo o fato de provocarem maiores variações na pressão arterial.

Cientistas do Instituto para a Cognição Humana e Ciências do Cérebro Max Planck, na Alemanha, dizem que a música pode afetar a pressão arterial, os batimentos cardíacos, a respiração e até mesmo a temperatura do corpo em condições normais, mas a sua influência sobre as mulheres grávidas é muito mais forte, o que sugere ainda um condicionamento pré-natal do feto para a música.

A equipe liderada por Tom Fritz interpretou sequências musicais com até 30 segundos de duração em participantes do sexo feminino, modificando as passagens e distorcendo as músicas instrumentais originais, tornando-as menos agradáveis.

Os resultados mostraram que a resposta da pressão arterial com a música era muito mais forte nas mulheres grávidas, o que sugere que a música atua como um estímulo especial nesta fase da vida das mulheres.

A equipe acredita que, com base nas respostas fisiológicas intensas da mãe à música, os fetos são condicionados a perceber a música ainda no útero.

Fonte: Medical News Today

2 Comentários

  1. Ana Sibila Dallabona disse:

    gOSTARIA DE COMPRAR O CURSO,MAS É VIA INTERNET O CURSO OU RECEBO MATERIAL,POR EXEMPL cd

    • admin disse:

      Olá Ana, O curso é 100% pela internet. Vc terá acesso a todo o conteúdo e vídeos usando um login e senha. Não temos esse curso em CD ou DVD. Abraços

Deixe um comentário

* Campos obrigatórios. Seu endereço de email não será publicado.