Aprenda a lidar com os pitacos na maternidade

Juliana_PItaco

Adentrar esse mundo da maternidade/maternagem é incrível! Como existem tantas coisas que você nem imaginava ? Você até ouvia sua mãe falar ou alguma amiga comentar… Mas, saber de verdade é só quando você passa por isso. E mesmo que tenhamos passado por poucas coisas, é normal nos julgarmos “totalmente experientes”. E quer saber ? Acredito que você seja !
Esse lance de experiência é interessante demais, pois o que você acredita ser bom pra você, deve ser mesmo ! Quem sou eu para dizer que não ? Mas, será que o que é bom para você é bom para mim ?

Sugestões ajudam muito em todo o tipo de problema. Muitas vezes é à partir de sugestões que você acha uma solução boa para você. Certa vez meu bebê estava com uma assadura tão feia que virou “sapinho”. Bem no meio do bumbum. Maior dó de ver meu recém nascido tão machucadinho ! O pessoal do facebook foi muito solícito e muita gente deu sugestão do que eu deveria passar. Sem brincadeira, comprei uns dez tipos de pomadas diferentes num curtíssimo espaço de tempo! E, no final das contas, a pediatra ainda receitou um outro medicamento que não estava no meio das sugestões e que foi o que curou o meu bebê!

Eu adoro ouvir as sugestões, mesmo porque de uma forma ou de outra você conhece uma história diferente!

E quando a sugestão passa do termo ? Quando as pessoas pensam que uma sugestão deve virar uma imposição ? Vira uma saia justa não é verdade ? Vira sim !

Muitas vezes é difícil acreditar que, aquilo que foi tão bom para você, não seja pro outro. Cada um tem seu jeito, sua personalidade, sua história e suas vontades pra testar, pra colocar em prática, pra fazer seja lá o que for ! E digo com todas as letras que pode chatear demais ter que ouvir a todo tempo, de um monte de gente diferente, instruções para fazer melhor aquilo que você está fazendo e não está se saindo mal ! E você não está se saindo mal porque é o SEU jeito.

E a maternidade entra muito nesse campo. É um processo que é íntimo e público ao mesmo tempo. É muito íntimo porque ele se dá ali no meio da sala da sua casa, do quarto do seu filho e de um jeito abstrato vai dando forma para uma nova forma de ser e faz nascer dos valores de dois seres humanos totalmente diferentes uma mistura única !

E é pública porque essa misturinha única vai ser apresentada ao mundo, porque esse resultadinho anda de mãos dadas com você para atravessar a rua e todo mundo vê ! Todo mundo vê que agora em seus braços, tem alguém que precisa de cuidados e orientação e, quem olha, logo se lembra de como é bom cuidar de seus próprios filhos.
Nesse momento dá pra entender que os pitacos, sugestões, bedelhos muitas vezes são vestígios de nostalgia, preocupação e do orgulho que temos em mostrar que também sabemos cumprir nosso papel direitinho.

Desta forma, olhando para os dois lados só posso pensar que devemos ter:

Cautela pra falar e Paciência para ouvir.

E, se mesmo assim, não der certo de jeito nenhum, um último pensamento que não falha, e que todas as mães devem ter em mente: Vai passar !

Quando passar, tenha certeza, você vai rir muito e vai lembrar do quanto também já saiu pitaqueando por aí !

Assinatura_JulianaSilva

Deixe um comentário

* Campos obrigatórios. Seu endereço de email não será publicado.